Banner Principal Notícias

Vereadores participam de palestra sobre “ideologia de gênero” promovido pela Comunidade Missão Maria de Nazaré

Foi realizado na manhã dessa quarta-feira (23/11) no Centro de Formação MMN, uma palestra e reunião para discutir o tema: “Ideologia de gênero“. O evento, idealizado pela Rede da Família e organizado pela MMN, foi dividido em dois momentos,  o primeiro ministrado pela Dra. Andréa Barcelos, juíza de direito da vara de família de Divinópolis, e o segundo pelo Valdo Ribeiro Junior, psicólogo, também contou com a presença dos futuros e atuais vereadores de Divinópolis, São Sebastião do Oeste, Itaúna e Itatiaiuçu. De acordo com a Dra. Andréa: “é muito importante as pessoas se interessarem por esse assunto e estudar a fundo para saber o que está por trás da ideologia de gênero que vem com uma capa, uma superfície aparentemente bonita e boa e que vem defender algumas classes da sociedade, mas não é isso que acontece. Na verdade querem destruir a identidade das pessoas, as famílias”, explica. Ela também ressalta que: “na ideologia ou teoria de gênero, não existe identidade, um (eu), uma personalidade. Por isso é preciso conhecer, estudar, para que as pessoas não sejam facilmente manipuladas, por manobras e meias verdades ou falácias (mentiras com aparência de verdade)”, explica Dra. Andréa.

O vereador Marcos Vinicius, destacou a importância de se debater sobre o tema: “A palestra proferida pela juíza Dra. Andre Barcelos foi muito rica, sobre um tema recorrente e na qual a discussão se faz necessária. Nós precisamos dessas informações para cada vez mais reafirmar o nosso pensamento e a nossa discussão”, finaliza. Ele ainda complementa destacando sobre o porquê lutar contra essa teoria: “entendemos claramente que a ideologia de gênero é algo prejudicial para as famílias e a sociedade. É algo inaceitável e nós políticos temos que voltar para a discussão e orientar aqueles que ainda não tem as informações corretas, porque é algo prejudicial e não podemos permitir de forma alguma”, explica Marcos Vinicius.

Para o vereador Joel Márcio de Itaúna, a palestra foi muito válida, na qual foi possível esclarecer dúvidas e criar idéias de como agir, ações a serem feitas para proteger as famílias: “esse assunto tem que ser trazido às claras, ele não pode ficar escondido, tanto as escolas, os pais, as famílias, precisam se identificar com o assunto para que possam ter o esclarecimento correto e não fiquem com duvidas”, explica”. Joel ainda ressalta que é preciso resguardar o livre acesso as idéias, o pluralismo e não somente um tipo de pensar: “Não somente a escola tem que pensar de uma maneira, nem a família também. Nós temos que ter um consenso, respeitar ambas as partes, isso que é um estado democrático de direito. A democracia permite para que cada um exponha suas idéias. Nós estamos expondo nossas idéias aqui e agora queremos levar as famílias, as escolas, quem sabe da região”, destaca Joel Márcio.

De acordo com a vereadora eleita Janete Aparecida, que assume no pleito 2017, discutir as questões de gênero é de extrema importância, pois gera um conhecimento em cada um, um conhecimento científico, doutrinário, não um conhecimento religioso. Ela ainda destaca: ”Nós temos que discutir com conhecimento de causa, colocar o que é da educação para educação, e o que é dos pais para os pais”, explica. Ela ainda complementa sobre essa questão na qual deve ser tratada na família, na qual os pais devem determinar aquilo que desejam que os filhos aprendam ou não, mas sem colocar aqueles que são contrários a essa ideologia, de forma preconceituosa: “não se trata de preconceito, nós enquanto escola, sociedade, temos que discutir questões raciais, indígenas, homossexuais e colocar isso em pauta o tempo todo”, destaca ela. Janete ainda explica que essas questões devem ser tratadas da seguinte forma: “educação sexual em casa, com os pais, colocando de acordo com aquilo que eles acreditam que deve ser ensinado para o seu filho e a escola como os ensinos de: português, matemática, ética, filosofia, colocando cada criança com sua devida idade, aprendendo aquilo que foi aprovado no plano decenal de educação e nada fora disso”, finaliza ela.

Segundo o vereador Edson Sousa, foi muito importante reunir os futuros legisladores de Divinópolis para debater essa questão da realidade cultural, social e que está instaurada em nosso meio. Ele destaca sobre o que foi debatido na palestra: “nós conversamos sobre os valores legais, históricos, valor econômico, a formação da família, a sociedade patriarcal. Diante de tudo isso temos que fazer uma reflexão muito simples: quem dá instrução de formação é o estado, mais quem dá a educação é a família”, finaliza. Edson ainda destaca que: “a família deve estar muito atenta com essas transformações que não tem raízes históricos, não tem valor que condiz com aquela realidade e formação da família que nós queremos, vivemos e defendemos”, ressalta.

Para o vereador Raimundo Nonato de Divinópolis e Edimir Natal de Itatiaiuçu, a palestra foi de uma relevância muito grande para toda a sociedade, além de todo o conhecimento adquirido na qual será repassado para todo o município. Eles ainda destacaram a importância de continuar a luta em favor da família, para que não ocorra o que aconteceu em alguns países que aderiram à ideologia de gênero e que tem causado um estrago muito grande principalmente na família.

Por Luana Natacha

Palavra do Fundador

Agenda

SuMoTuWeThFrSa
 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

 « ‹jul 2021› »