script data-ad-client="ca-pub-2272664542764785" async src="https://pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js">
Formações Teologia do Corpo

Série Teologia do Corpo #2: Em colóquio com Cristo sobre os fundamentos da família

Este foi o título da primeira catequese do Papa João Paulo II na quarta feira do dia 05 de setembro de 1979, sobre a Teologia do Corpo. O Papa fez uma apresentação clara de como iria decorrer as catequeses a partir daquele momento, a organização sistemática dos temas e a demonstração da relevância do assunto, que a princípio ele não apresenta como um conteúdo exclusivo sobre a sexualidade humana, mas algo de essência familiar.

Ao longo das catequeses é notável perceber que a intenção do Papa é provocar uma reflexão bíblica sobre a dinâmica humana, pois todas as suas argumentações se baseiam de passagens da sagrada escritura. Além disso, deve-se levar em conta a abordagem filosófica do Papa e sua visão do ser humano, chamada de pensamento personalista. Esta corrente filosófica é uma forma de conhecer o Homem como um todo, e não de forma fragmentada. O personalismo leva-nos, de acordo com João Paulo II, a alcançarmos uma “antropologia adequada”, ou seja, o ser humano visto de modo ideal. Uma das características do personalismo é a integralidade do humano, compreendido com todas as suas dimensões: Corpo, Alma e Espírito. Esta é a abordagem na qual as catequeses são escritas: Fundamentação Bíblica e Filosofia Personalista.

Nesta primeira catequese, além de toda introdução, o Papa nos esclarece a passagem de Mateus, capítulo 19 e versículos 3 e seguintes, tratando-se de uma conversa entre Jesus e os fariseus que o interrogavam sobre a indissolubilidade do matrimônio. Primeiramente os fariseus, que estavam testando-o, perguntaram se poderia um homem repudiar sua mulher. Jesus então os remete ao princípio (Gen. 1, 27). Ele mostra, portanto, que Deus criou o homem para uma mulher, a fim de serem uma só carne e não para se dividirem depois de unidos. Porém os fariseus argumentaram dizendo que a lei de Moisés permite utilizar a carta de divorcio. Jesus, porém, responde: “Por causa da dureza do vosso coração, Moisés permitiu que repudiásseis as vossas mulheres; mas ao princípio não foi assim”. Com estas palavras o Senhor nos leva a buscar no livro do Gêneses (no princípio) respostas sobre o que Deus espera do homem e da mulher.

Muito mais do que um chamado vocacional ou um sacramento (matrimônio), o Papa quer nos levar a compreender o sentido da nossa existência, ou seja, o que Deus espera de nós. Desta forma, ao longo das catequeses do Papa João Paulo II sobre a Teologia do Corpo, iremos alcançar muito mais que uma compreensão sobre esta “antropologia adequada”, como o próprio Papa diz, mas também conheceremos o sonho de Deus para cada ser humano.

Valdo M. Ribeiro Jr. |  Missionário MMN

 

SÉRIE TEOLOGIA DO CORPO

Palavra do Fundador

Agenda

SuMoTuWeThFrSa

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

 
 « ‹nov 2020› »