script data-ad-client="ca-pub-2272664542764785" async src="https://pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js">
Formações Teologia do Corpo

Série Teologia do Corpo #3: A redenção do corpo

 Após uma breve apresentação sobre o que é a Teologia do Corpo de São João Paulo II e sua importância, além de apresentar sua catequese inaugural, é necessário fundamentar sua organização. Pretendo, por meio destes artigos, dar uma sequência mais fiel à proposta do próprio Papa, pois as 129 catequeses, ou alocuções, possuem uma ordem sistemática.

Todas as catequeses podem ser separadas em três grandes partes para melhor compreensão: a primeira parte tem como tema a “Redenção do Corpo” e contemplam as 86 primeiras alocuções; a segunda parte comporta 27 alocuções e fundamenta-se na “Sacramentalidade do Matrimônio”; por fim, as últimas 18 alocuções fazem uma análise mais aprofundada da encíclica “Humanae Vitae” (Vida Humana) do Papa Paulo VI. Deste modo, todas as 129 catequeses seguem uma organização bem repartida e uma sequência lógica que pretende abordar temas fundamentais como: a essência do ser humano; o sentido da ressurreição; o chamado ao amor; a sexualidade humana e a compreensão vocacional para o celibato e ao matrimônio.

Neste terceiro artigo iremos nos pautar desta primeira parte no qual o Papa faz referência a redenção do corpo e justifica o termo “Teologia do Corpo” para esta série de catequeses. Precisamos entender antes de tudo o porquê do termo “redenção do corpo”, pois se o corpo é algo criado e desejado por Deus, por que ele precisou ser absolvido? É por causa da culpa original que cada homem e mulher trazem consigo, herança de uma ruptura entre Deus e o Homem desde o princípio. É justamente por isso que Jesus nos faz refletir sobre o Gêneses após a discussão com os fariseus sobre a indissolubilidade do matrimônio (Mt 19 ou Mc 10). Jesus nos leva ao princípio de tudo para dar sentido a existência do homem, ou seja, o motivo de sua criação à Imagem e Semelhança de Deus.

Além de fundamentar o termo “redenção” precisamos saber também o que é o corpo, ou melhor, qual é a compreensão exata do corpo para a Igreja. Sabemos que existem várias formas de definirmos o ser humano. Muitos filósofos e antropólogos se aventuraram nesta descoberta. Porém a Igreja define o homem como um ser corporal e espiritual, mas não fragmentado, ou seja, somos um corpo espiritualizado e um espírito corporificado. Esta é uma noção básica da integralidade do ser humano.

É com esta compreensão equilibrada acerca do ser humano que São João Paulo II irá basear toda sua Teologia do Corpo, porém ele consegue ir além. Aborda temas, que embora relacionados, alcançam um grau muito superior. Porém nesta primeira parte (Redenção do Corpo) o Papa pretende, por meio de uma reflexão bíblica, explicar melhor sobre este corpo redimido. Sobre isso aprofundaremos em seguida.

 

Palavra do Fundador

Agenda

SuMoTuWeThFrSa

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

 
 « ‹nov 2020› »