Notícias

O Papa no México já encontrou um milhão de pessoas

O Papa está feliz com a calorosa recepção que o México lhe reserva e apenas num dia conseguiu encontrar um milhão de pessoas. Foi o que disse o director da Sala de Imprensa do Vaticano, padre Federico Lombardi que, num briefing com os jornalistas, repercorreu o dia de ontem (13/02) partindo da oração silenciosa do Papa perante a imagem de Nossa Senhora de Guadalupe.

“O Papa sente, evidentemente, também nesta imagem, uma presença espiritual, uma mensagem que continua a ser muito actual, sobre a capacidade que a mensagem cristã tem de se fazer próxima, de se fazer presente precisamente no mais concreto da vida destes povos e de cada povo. É, pois, uma formidável  inculturação vivida. São coisas que são realmente um pouco inexplicáveis,  e o próprio Papa, mesmo no outro dia, falando aos jornalistas no avião, dizia: “Mas, é algo que se continua a estudar, mas não se consegue explicar, humanamente”.  É uma manifestação importante  de uma dimensão espiritual que entra no mundo e é capaz de agir, de agir para transformá-lo positivamente, mas não de forma sensacional: simplesmente entrando na vida humilde e quotidiana de um povo”.

Com os políticos e com os bispos o Papa falou de corrupção e tráfico de drogas, mas também de evangelização. A Igreja mexicana, em sua opinião, está pronta para relançar estes desafios?

O que o Papa faz é encorajar, dizendo: “Este é o desafio. Nós temos uma missão, e devemos confrontar-nos  com esta situação da melhor maneira que pudermos. Não devemos ter medo”. Este é um dos aspectos da mensagem de Guadalupe que tem transmitido continuamente: “Estou aqui, estou aqui contigo: porque tens medo? Não deves ter medo. Mesmo que te sintas pequeno …”. Portanto, eu diria que o Papa não diz à Igreja mexicana:  “Tu estás pronta para fazê-lo”, mas diz à igreja mexicana: “Tem fé e confiança, porque esta é a tua missão e, portanto, faz tudo o que puderes”.

Como achou o Santo Padre? Porque certamente encontrou grandes multidões, mas também gastou muita energia pessoal. Alguém se preocupou um pouco quando tropeçou na Basílica …

“Todos sabemos que o Papa tem alguma fraqueza na mobilidade, alguma incerteza no caminhar. Mas isso, numa pessoa da sua idade, é bastante normal, devemos dizer. Quantos de nós sentem dificuldade e devem ter cuidado para fazer os degraus, subir as escadas, saltar … Portanto, estamos na normalidade total. Como estado geral é excelente. Nós ficamos maravilhado de como ele superou o primeiro dia da viagem que foi de 24 horas, com voos longos, encontros emocionantes e muito importantes, como aquele com o Patriarca, as boas-vindas no aeroporto, 15 km de papamóvel ao ar livre com um frio excepcional … Ele fez  tudo isso e, em seguida, estava  novamente pronto para um dia intenso como o que viveu. Portanto, eu diria que, sim, podemos dizer-lhe para ser prudente porque queremos tê-lo por muito tempo, mas me parece que quanto a energia – pelo menos no momento atual – tem para dar e vender”.

 

Fonte: Rádio Vaticano

Palavra do Fundador

Agenda

SuMoTuWeThFrSa
 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

 
 « ‹jun 2021› »