Notícias

Lucas Josemar representa a MMN no Jubileu dos Ministros da Diocese de Divinópolis

A cada mês, a Diocese de Divinópolis está celebrando uma Santa Missa dentro da programação do Jubileu Extraordinário da Misericórdia. Após reunir com os seminaristas, com os religiosos e religiosas, com os missionários da Semana Santa e com os jovens, Dom José Carlos se reuniu, neste domingo, 03, com os ministros extraordinários (da Eucaristia, da Palavra, do Batismo, das Exéquias, Testemunhas Qualificadas para o Matrimônio). A Catedral ficou lotada com ministros, vindos de todas as paróquias da Diocese. A Missão Maria de Nazaré foi representada pelo Lucas Josemar, que é ministro da comunhão na comunidade. Atualmente a MMN conta com 5 ministros da Comunhão e 6 ministros da Palavra. A Santa Missa foi presidida por Dom José Carlos e concelebrada pelo Cura da Catedral, Padre Luis Carlos Amorim.

Em sua homilia, o bispo diocesano começou agradecendo aos ministros pelo dom dedicado à comunidade, pelo talento transformado em missão. E alertou para que eles possam saber administrar o seu tempo, de modo que nada fique prejudicado e que ninguém reclame a sua ausência por ter dedicado tempo maior e até desproporcional de outra atividade ordinária de sua vida. Dom José também agradeceu a compreensão de seus familiares por essa ausência.

 

O Jubileu Extraordinário da Misericórdia teve início com a abertura da Porta Santa, na Catedral de Bangui, na República Centro-Africana, no dia 29 de novembro. Neste dia 8 de dezembro, foi a vez da abertura da Porta Santa da Basílica de São Pedro, algo que não acontecia desde 2000. Esta porta é aberta apenas durante o Ano Santo, permanecendo fechada no restante do tempo, e existem portas santas nas quatro basílicas papais: São Pedro, São João de Latrão, São Paulo fora de muros e Santa Maria Maior. O anúncio solene do Ano Santo teve lugar com a leitura e publicação da bula pontifícia (Misericordiae Vultus), junto da porta de São Pedro, no Domingo da Divina Misericórdia, no 12 de abril. E, no terceiro Domingo do Advento, conhecido como o Domingo da Alegria, dia 13, várias dioceses do mundo abriram as Portas Santas em suas catedrais e, em algumas, nos santuários.
Na Diocese de Divinópolis a Cerimônia de abertura da Porta Santa da Misericórdia aconteceu às 19h30, com a presença Bispo Diocesano, Dom José Carlos, do Pároco da Catedral, Padre Maia e do Padre Carlos Henrique (Vigário Forâneo). Milhares de fiéis, vindos de toda a Diocese, também participaram deste evento inédito e histórico da Igreja.

“Abri as portas da justiça. Nelas entraremos para dar graças ao Senhor!”, aclamou Dom José Carlos, segundos antes de abrir a Porta Santa. “Esta é a porta do Senhor: por ela entraremos para alcançar a misericórdia e o perdão”, foram as primeiras palavras do Bispo, depois da abertura, seguindo o rito prescrito pela Igreja. O Jubileu da Misericórdia se estende até a próxima Festa de Cristo, Rei do Universo, 20 de novembro de 2016.

 

Passar pela Porta Santa significa confessar que Jesus é o Senhor, assumindo a decisão de deixar para trás o pecado para entrar na vida nova que Ele nos deu com sua morte e ressurreição. Ao passar pela Porta, o fiél pode obter uma indulgência plenária. Quem explica melhor como alcançar esta graça é o próprio Dom José Carlos; assista:

 

A programação do Jubileu da Misericórdia está sendo bem intensa. Na Catedral haverá uma programção convidando grupos específicos. Em conceição do Pará, o desejo é que se organizem peregrinações das comunidades paroquiais, pastorais, movimentos e grupos em geral. O próximo evento será o Jubileu com as Famílias, que acontecerá no dia 01º de maio.

 

CLIQUE AQUI PARA VER AS FOTOS!

 

Fonte: Diocese de Divinópolis

Palavra do Fundador

Agenda

SuMoTuWeThFrSa
 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

 « ‹jul 2021› »