Notícias

Diocese de Divinópolis celebra o Dia do Leigo

No dia 23 de novembro, término do ano litúrgico, a Igreja Católica comemora a “Solenidade de Nosso Senhor Jesus Cristo Rei do Universo” e junto com ela, a cada ano, o Dia Nacional dos Cristãos Leigos e Leigas. E pela primeira vez a Diocese de Divinópolis preparou uma festa para celebrar o dia dos leigos. A celebração na foi voltada para os participantes dos Conselhos Pastorais das cinquenta e três paróquias da diocese.

A celebração do Dia do Leigo na Diocese de Divinópolis começou às 9 horas, no Santuário de Nossa Senhora Aparecida, no bairro Bom Pastor, em Divinópolis, com a celebração da Santa Missa presidida pelo bispo diocesano, dom José Carlos, e concelebrada pelos padres Emerson Cunha, Carlos Henrique, Francisco Cota, Cláudio Gonçalves, Chystian Shankar e pelo Frei Francisco Duarte, OFM.

Em sua homilia, dom José Carlos começou falando da festa de Cristo Rei do Universo, e falou de como os cristãos devem se portar diante da grandeza de Jesus, e destacou que Deus cuida de seus filhos assim como um bom pastor cuida de suas ovelhas. Para encerrar a homilia, o bispo de Divinópolis falou da importância da presença forte dos Leigos na vida da Igreja. Confira na íntegra a homilia de dom José Carlos:

 

Após a Santa Missa, os quase quatrocentos e cinquenta participantes dos Conselhos Pastorais, das mais diversas paróquias da diocese, foram para o Centro de Evangelização São João Paulo II, dentro das dependências do Santuário de Nossa Senhora Aparecida, onde participaram de uma formação ministrada pelo Fráter Henrique Cristiano José Matos, cmm,  onde ele falou fez uma síntese do Estudo 107 da CNBB, que tem como tema “Cristãos Leigos e Leigas na Igreja e na Sociedade – Sal da Terra e Luz do Mundo.” Também participaram da Celebração do Dia do Leigo os Padre Célio Antunes e Moacir Arantes.

 

 

Segundo o Fráter Henrique, é tão evidente a importância do Leigo na Igreja e na sociedade, que cinquenta anos depois do Concílio Vaticano II, ainda estamos tirando conclusões práticas de uma revolução que o Concílio ocasionou com a publicação da Constituição dogmática Lumen Gentium, que é um documento que leva a Igreja pensar em si mesma e indica qual a sua missão. E quando a Igreja pensa em si mesma, coloca-se em evidência que ela não é em primeiro lugar a hierarquia, mas sim o povo de Deus.

 

Fráter Henrique também destacou a importância do primeiro bispo de Divinópolis, dom Cristiano Frederico Portela, ao laicato, pois ele deu um grande impulso para os leigos na Diocese de Divinópolis.

 

Em seguida, dom José Carlos conduziu a adoração ao Santíssimo Sacramento. Após esse momento íntimo com Jesus Eucarístico, Padre Emerson agradeceu a todos os envolvidos para que a Celebração do Dia do Leigo fosse realidade. Ele agradeceu primeiramente ao apoio e incentivo de dom José Carlos, ao Padre Rodrigo Botelho por cuidar de toda a parte litúrgica, a Comunidade Católica Missão Maria de Nazaré por cuidar pela parte de alimentação do evento, e por fim, agradeceu ao Ramon Silva Campos, Secretário Executivo de Pastoral, por todo emprenho e dedicação para que tudo ficasse da melhor forma possível.

 

Para o Padre Emerson, Coordenador Diocesano de Pastoral, valeu muito a pena a Celebração do Dia do Leigo.

 

Na festa de Cristo Rei do ano de 2015, será aberto na Igreja no Brasil, o Ano do Laicato, e a Diocese de Divinópolis pretende fazer uma grande festa.

 

O evento foi encerrado com um almoço fraterno, onde os presentes puderam partilhar dificuldades e alegrias no dia-a-dia da missão pastoral.

 

Clique aqui e leia o texto O LEIGO NA IGREJA, escrito pelo Padre Geraldo Gabriel.

 

 

FONTE: DIOCESE DEDIVINÓPOLIS

Palavra do Fundador

Agenda

SuMoTuWeThFrSa
 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

 
 « ‹out 2021› »