Banner Principal Formações

Deus quis servir-se de Maria na Encarnação

Deus Pai só deu ao mundo seu Unigênito por Maria. Suspiraram os patriarcas, e pedidos insistentes fizeram os profetas e os santos da lei antiga, durante quatro milênios, mas só Maria o mereceu, e alcançou graça diante de Deus, pela força de suas orações e pela sublimidade de suas virtudes. Porque o mundo era indigno, diz Santo Agostinho, de receber o Filho de Deus diretamente das mãos do Pai, ele o deu a Maria a fim de que o mundo o recebesse por meio dela. Em Maria e por Maria é que o Filho de Deus se fez homem para nossa salvação. Deus Espírito Santo formou Jesus Cristo em Maria, mas só depois de lhe ter pedido consentimento por intermédio de um dos primeiros ministros da corte celestial. (São Luís Maria Grignon de Monfort).

 

São Luís nos deixa claro neste parágrafo do primeiro capitulo do tratado de que Deus quis escolher Maria virgem imaculada para enviar seu filho único por nossa salvação, só ela a concebida sem pecado original mereceu e alcançou esta graça diante de Deus de ser mãe do Salvador.

Por ela Jesus venho ao mundo e deve reinar no mundo, por ela Jesus se fez homem para nos salvar de todo pecado.

Deus Pai transmitiu a Maria sua fecundidade, na medida em que a podia receber uma simples criatura, para que ela pudesse produzir o seu Filho e todos os membros de seu Corpo Místico. (São Luís Maria Grignon de Monfort).

Maria sempre fiel à vontade de Deus em sua fecundidade São Luís coloca que através de sua pequenez produziu o filho de Deus que se fez homem em seu ventre.

No que diz respeito à devoção Mariana, cada um de nós deve ter claro que não se trata só de uma necessidade do coração, de uma inclinação sentimental, mas que corresponde também à verdade objetiva sobre a Mãe de Deus. Maria é a nova Eva, que Deus põe diante do novo Adão-Cristo, a começar pela Anunciação, através da noite do nascimento em Belém, o convite nupcial em Caná da Galiléia, a cruz sobre o Gólgota, até o cenáculo do Pentecostes, a Mãe de Cristo Redentor é a Mãe da Igreja. (São João Paulo II).

Seja um escravo por amor assim como São João Pulo II foi e buscou a fidelidade à Deus por Maria nossa mãe, um caminho para a santidade.

Salve Maria!

junia-150x150-1Júnia Flávia

Missionária e Psicóloga.

Palavra do Fundador

Agenda

SuMoTuWeThFrSa
 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

 
 « ‹set 2021› »