Banner Principal Notícias

Comunidade Terapêutica São João Paulo II inicia atendimento em novo endereço

Desde o dia 11 de janeiro a Comunidade Terapêutica São João Paulo II, projeto assistencial da Comunidade Católica Missão Maria de Nazaré, que acolhe adolescentes do sexo masculino de 12 a 18 anos incompletos de forma gratuita para o tratamento da dependência química, está atendendo em novo endereço: Rua Alagoas, 227- Centro, Divinópolis – MG (entre 7 de Setembro e Rio Grande do Sul). O antigo endereço na Escola Municipal Joaquim Rodrigues, no Cacôco de Baixo, era um comodato com a prefeitura (empréstimo gratuito e devolução no prazo combinado nas mesmas condições recebidas). O novo endereço é um espaço cedido pelas obras assistenciais do Santuário Santo Antônio, na qual será pago um aluguel.

Desde quando foi inaugurada em Março de 2008, esse é o quarto endereço da Comunidade Terapêutica, hoje coordenada pela missionária da Comunidade Católica Missão Maria de Nazaré, Sabrina Tavares.  O primeiro endereço situava no bairro Vivendas da Exposição e era cedido como forma de comodato através da responsável Ana Maria, posteriormente a sede mudou-se para a antiga Comunidade Terapêutica Esperança e Vida, onde o local era alugado através do coordenador José Levi e por fim, a comunidade mudou-se para o Cacôco de Baixo, sede da escola municipal, ambas as sedes em Divinópolis.

Comunidade Missão Maria de Nazaré, 12 anos gerando e formando vida nova

Dentre os diversos trabalhos de evangelização e social realizados pela Comunidade Católica Missão Maria de Nazaré, a Comunidade Terapêutica faz parte desse atendimento social ou dentro do organograma estrutural, intitulado como departamento de reparação.  No próximo dia 11 de março a comunidade terapêutica comemora 10 anos de atendimento, com a entrada do primeiro jovem. O surgimento da casa de recuperação surgiu a partir de uma demanda da região, onde nenhuma casa recebia adolescentes menores de 18 anos.

Percebeu-se então através de encontros e do interesse familiar dos adolescentes, que o número de jovens nesta idade envolvidos com as drogas crescia. Nos primeiros meses de funcionamento, além dos acolhidos, dois missionários da MMN Matheus Dias e Fabiano Nunes, também moravam na Comunidade Terapêutica para auxiliarem no tratamento dos jovens.

A comunidade terapêutica conta com voluntários, parceiros e uma equipe formada por: psicólogos, assistente social, pedagogo, monitores, cozinheira, enfermeira e outros profissionais que auxiliam no tratamento dos jovens. O tratamento que pode durar de seis a doze meses, dependendo do desenvolvimento do acolhido, é dividido através de um tripé terapêutico, composto pelos seguintes campos de trabalhos: plano de acompanhamento psicossocial (por meio de atendimentos individuais), plano de terapia ocupacional (atividades pedagógicas, laborterapia) e plano de terapia espiritual (que consiste na programação dos 12 passos da Pastoral da Sobriedade e atividades de desenvolvimento interior).

Além de todo o plano de trabalho realizado no tratamento dos jovens, eles também participam de atividades que estimulam seu desenvolvimento e criatividade, como oficinas de artesanato, cursos profissionalizantes, ministrado por voluntários, aulas de catequeses, atividades de recreação, lazer, práticas de esportes, celebrações diárias, reforço escolar, dentre outros. Outra atividade desenvolvida com os jovens acolhidos, conta com a parceria da Universidade do Estado de Minas Gerais (Uemg- Unidade Divinópolis), através de professores e estudantes universitários, que desenvolvem o projeto de extensão: “Escolarização de adolescentes em tratamento da dependência química”.

Nesses 10 anos de acolhimento muitos jovens passaram por ali e concluíram seu tratamento e muitos, mesmo que não chegaram até o final, foi lhes dado a oportunidade. A comunidade se sente gratificada por isso, por ter sido luz na vida desses jovens que se encontravam na escuridão, por ter sido o caminho que indicou que é possível viver bem e feliz sem as drogas, é possível recomeçar, é possível mudar de vida e voltar para aqueles que tanto o ama. A Comunidade MMN se orgulha também, por te sido um ventre que formou esses jovens para uma vida nova e que esses frutos são méritos daqueles que acreditaram na mudança e contribuíram nessa missão.

Para outros jovens que necessitam desse acolhimento, a obra precisa continuar e sua ajuda é imprescindível. Se você pode nos ajudar ou quer conhecer um pouco mais dos trabalhos da Comunidade terapêutica e da Missão Maria de Nazaré, entre em contato pelo telefone: (37) 3212-8557 (Centro de Formação MMN) ou 3212-0818 (Comunidade Terapêutica São João Paulo II).

Por Luana Natacha

Palavra do Fundador

Agenda

SuMoTuWeThFrSa

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

 
 « ‹ago 2021› »