Carisma

Ser mãe, gerar e formar vida nova.

Deus nos dá a graça pela infinita bondade de usar de nossas vidas para gerar vida nova na sociedade.

O carisma se manifesta como na palavra de Jesus a Nicodemos em Jo 3, 3-8.
Através de um novo derramamento do Espírito Santo as pessoas precisam nascer de novo para uma vida nova e a Comunidade Católica Missão Maria de Nazaré é um grande útero ungido pelo Espírito Santo para gerar os filhos de Deus para uma vida nova. A Palavra do Carisma é confirmada em Ezequiel 37, 1-15.

Não podemos só gerar, pois uma mãe não só gera, mas também ama, forma, educa, trata, acolhe, ampara, mostra caminhos a percorrer etc.

Os membros da MMN deverão em todos os seus atos expressar o carisma de mãe, com todas as pessoas que passarem por seu caminho.

Esse carisma se expressa também numa radicalidade pessoal, numa busca constante de santidade, pois a melhor forma de educar é o exemplo. Portanto sejamos como modelos de uma nova geração que também bebeu do fruto do carisma e que nasceu para uma vida nova e a partir daí não vive mais o homem velho.

O carisma deve ser alimentado primeiramente entre os membros, que na vida fraterna o exercitarão a ponto de transbordarem pelos limites de nossa comunidade e assim atingirem as pessoas que estiverem pelo caminho.

Nossos trabalhos devem ser feitos sempre espelhados no carisma, tudo quanto realizarmos, façamos como mãe, que primeiro pensa nos filhos e depois em si mesma.

Devemos enxergar as pessoas que Deus nos confia com um olhar materno.

Somos geradores da vida, isso implica em ser vida para todos que não a têm e também ser família para os carentes; acolhida para os desamparados; alegria para os tristes; força para os fracos; exemplo para os perdidos; apoio para os machucados; olhar para os cegos e perdidos; abraço para os filhos; cuidado para os que sofrem; verdade para os enganados e tudo mais que uma mãe precisa ser para seu filho.

Contudo acreditamos que este carisma é Graça de Deus em nós, portanto o que nos cabe é responder como Maria: “Eis aqui à escrava do Senhor, faça-se em mim conforme a sua Vontade.”